06/02/2012

Mudar para melhor

Sábado a tarde, depois de cumprir diversas tarefas do dia, era chegada a hora de descansar. Comecei a ler algumas revistas há muito esquecidas num canto da sala, e me deparo com uma matéria que tocava bem no assunto que me angustia há algum tempo: a falta de tempo.
O texto trazia a historia de leitores que se sentiam sufocados, que tinham a sensação de não dar mais conta de nada, de estar perdendo as novidades por não conseguir acompanhar tudo nas redes sociais e outras fontes de notícias, de viverem duas vidas: a real e a virtual.
Falavam também que psicólogos já se preparam para tratar pessoas com a síndrome do “Tudo agora e ao mesmo tempo”. Parece bem moderninho e cool ser assim, mas na prática, pode te deixar angustiado e perdido, e em muitos casos, doente.
A matéria (e um trecho do post da Melina que li semana passada) parecem que caíram como uma luva para mim, que me peguei angustiada por não estar com a leitura em dia, com meus projetos profissionais no prazo, e com um atraso enorme nas postagens do blog e respostas a emails que recebo (enorme na minha cabeça).
Lendo sobre o assunto, paro para pensar e tento me convencer de que não é porque outros conseguem criar posts diariamente, e passam o dia todo curtindo e comentando coisas legais alheias, que eu deva ser e fazer igual. É claro que isto representa mais interação com o publico e exposição para o blog, mais seguidores, mais comentários... Eu sei! E adoraria mesmo fazer isso também, mas tenho que aprender a ficar com o essencial, com o que realmente vai me trazer alegria, e não angustia. 
É por isso que você não verá postagens frenéticas aqui...Mas em contrapartida, tudo o que vier a ler, será de qualidade, pensando e criado com muito carinho e dedicação, e sem nenhuma dose de estresse e agonia de quem os escreve...rs
O mesmo vale para as mensagens e emails. Se você me enviou um e ainda não recebeu resposta, pode acreditar que não é má vontade não, de forma alguma. É falta de tempo, correria, e que assim que possível, você vai receber um retorno meu com a resposta à sua pergunta, indicação, um feedback, um convite...
Então é isto gente, definindo prioridades e lidando com o fato de que meu dia não tem mais do que 24 horas é que pretendo fazer do e-Noivas um blog melhor.
Espero que repensem também sua relação com o tempo, e se durante o seu momento de navegar na net, você escolher vir aqui, vou ficar imensamente feliz! Estarei de braços (e blog) abertos pra gente falar do que mais gosta: casamentos!!!

Ah, mudanças e novidades no blog também estão por vir, e estou trabalhando neste projeto no momento, mas com toda calma e sem nenhuma pressa =)

ps: pra quem ficou curiosa, a matéria que estava lendo foi da edição de Dez/Jan 2012 da Revista Sorria

4 Comentários:

Thais Coelho 06 fevereiro, 2012 19:28  

Também estava com esta angústia de ter que postar todos os dias e comecei a pensar que o blog tem que ser algo para me divertir e não uma obrigação.
Adoro seus textos :D
bjokas!

Fran Huesa 08 fevereiro, 2012 13:24  

adoro esse blog, e concordo com a Thais, o blog nao pode ser obrigação!!

bjuu

http://respireecase.blogspot.com/

Vanessa Mendes 08 fevereiro, 2012 18:50  

Thais, Fran, muito obrigada pelo carinho!
o comentário de vcs aqui faz toda a diferença =)

Vanessa Mendes 08 fevereiro, 2012 19:30  

Ah, queridas, que me escreveram por email, não se preocupem não que o e-Noivas continuará sim! Estou apenas organizando o tempo e priorizando as ações, para fazer dele um blog ainda melhor!
Bjos a todas!!

Por assunto

  © Customizado por Kandis Design - Blogger Theme by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP